(ar)riscar, desenhar a direito com linhas sinuosas

 

do adro
[dos verbos conjugados no passado]

 

 (adro) do efémero
[entre divergências e epicentros]

 

(adro) da reflexão
[sobre tudo e seu contrário]

 

(adro) da provocação
[a luz e o quotidiano]

 

(adro) da polissemia
[os lugares múltiplos e suas estórias]

 

do território
[humano]

 

(adro) da transgressão
[notas soltas sobre papel de embrulho]

 

 

raso
no adro, dos verbos conjugados no passado
[conversas de luz, ouro, grafite e papel, sobre chão de salina]

 

 

Antónia Marques
Praça Estrela
Mindelo, 2019

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *