notas, à margem de outras leituras

 

as paredes
são folhas
notadas
de cadernos
insubmissos

[da ilha que tem mindelo no centro]

aglomerados
escritos à mão,
composições aleatórias em expansão
sobre superfícies elevadas

[da ilha que não tem casa para todos]

permane.ser
fincar os pés no lugar
aí ficar,
para escutar
a terra flutuar

[da ilha das estórias]

 

alva indisciplina,
a  claridade da noite inteira

[no avesso da ilha]

 

sobre.posições,
tempo cristalizado
em
alvenaria persistente

[do que vi e ouvi  na ilha]

 

periferias informais
assentamentos urbanos
auto-construção como paradigma de criatividade,
tanto empenho académico,
em capitalizar o drama humano

[da ilha onde meia academia namora com o poder local]

 

[do que adicionei à ilha]

 

notações, que trouxe de Mindelo

Antónia Marques
julho 2019

 

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *