Categoria: dissenso

do exílio perene como morada da resistência

“Os povos originários ainda estão presentes neste mundo, não porque foram excluídos, mas porque escaparam. É interessante recordar como, em várias regiões do planeta, resistiram com todas as suas forças e coragem para não serem completamente engolidos por este mundo utilitário. (…) Escapar dessa captura e experimentar uma existência que não se rendeu ao sentido […]

Read More

elefantes de pau

Extraio, do miolo dos livros, a substância-prima para alimentar o propósito da fuga e salvar a razão. Leio, Passadores de Pau, livro de António Fermino de Pina (2009)que dedicou a obra: “À memória de Amílcar Cabral, o maior doutrinador e líder africano do nosso tempo, que a ambição e estupidez de alguns companheiros conluiados com […]

Read More

Artista Dragoeiro

O dragoeiro: Tal como Homem, de uma semente são necessárias várias gerações para ser árvore. Espécie rara. Fóssil vivo, teimosamente resistente desde a noite dos tempos. De um tronco esguio, crespo e agreste rebentam no topo braços e folhas-lanças espetadas para o céu. O dragoeiro e o Homem cabo-verdiano, uma teimosia, dois caprichos da Natureza. […]

Read More

Aula Prática de Cidadania, na EASSR

o assunto bizarro Pretende-se aqui ampliar o eco da iniciativa cidadã, empreendida no seio de uma escola pública – Escola Artística Soares do Reis (EASSR) – à data, ano letivo 2016/17, tomada por consensos autoritários e por unanimidades de conveniência! O assunto, que desencadeou uma longa novela burocrática, prende-se com uma bizarra prática interna estabelecida há […]

Read More

Palavras escritas em voz alta!

Privatizaram as estantes de sol na Cidade Alta privatizaram o mar, o céu e as estrelas e o povo angolano entrou na escuridão mercadológica a morder os frutos da zunga e a fugir porrada da polícia com uma mão na frente e outra atrás do sonho que privatizaram. (“Privatizaram os Monumentos”, José Luís Mendonça) Fala […]

Read More
Contratação_deDocentes

Técnicos Especializados – A Escola precisa de Meios Humanos ou Humanos Inteiros?

Contratação de Escola Renovação de Contratos – Técnicos Especializados Nos termos do Despacho da Exma. Sra. Secretária de Estado Adjunta e da Educação de 11 de agosto de 2017, é autorizada a renovação dos contratos estabelecidos com os técnicos especializados contratados no ano letivo 2016/2017, com vista a garantir que no início do ano letivo […]

Read More

danados projetos

a prática artística acontece, não necessita de autorização ou carta de alforria. danados projetos, como é valente a curadoria do povo, como é ilustre o patrocínio da sua entrega desprendida. inesquecível o conforto do abrigo, abraço quente e genuíno, arrojada a coragem da instituição dos que ousam dar a mão. ato supremo de liberdade! arte […]

Read More

In.sol.ven.te

Que ou a pessoa que não tem com que pagar o que deve. Vidas insolventes derramadas nos “classificados” do jornal, tragédias individuais meticulosamente talhadas, simples detalhes de uma ambiciosa agenda de transformação social, é a crise senhores, é a crise! Estas “vidas” de onde se eclipsou o poder financeiro para pagarem o que devem, são […]

Read More

economia bidão [qualquer lugar se faz mercado]

economia bidon cabe tudo dentro de um bidon amarfanhando, enrolando, amachucando, ajeitando até atingir o vácuo amontoam-se vestígios de identidades várias prontos a usar para remendar outros cenários no bidon cabem os despojos de vidas que se expõem na soleira dos mercados sangue azul, doses vitais alimentam sucessivas fragilidades materiais etiquetas agarradas a peças jamais […]

Read More

um dia, essa suave tristeza dará lugar a uma esperança acesa, um dia, hoje não, talvez noutro dia!

um dia, acredita essa espécie de gente empedernida que sim, certamente um dia um dia tudo será diferente, um dia, será dia de cumprir as promessas um dia as vinganças prometidas tomarão o seu lugar entretanto, um, dois, três e muitos outros dias se fazem instalar fica longe, demasiado longe para voltar lá, onde essa […]

Read More

tempo de contemplar a destruição empenhada

de novo num lugar de passagem, estação efémera, entre caminhos desenho outras viagens. contemplo a população local, rapidamente confirmo, são efetivamente resultado de uma seleção natural, nos lugares assim, outrora dedicados à coisa pública, foram-se operando transformações horrendas, a obra criada pelas mãos de muitos, para ser e servir a todos, foi sendo tomada, adulterada, moldada […]

Read More

casa (sem) povo

“Através do isolamento do sujeito do rendimento, explorador de si próprio, não se forma qualquer nós político com capacidade de ação comum (…) Aquele que fracassa na sociedade neoliberal do rendimento responsabiliza-se a si próprio e envergonha-se, em vez de por em questão a sociedade ou o sistema.” “No regime neoliberal de auto-exploração, cada um […]

Read More

espirro de pó

al deia paisagem livre, ampla, esteticamente generosa nua, em pele, carne e osso, deixa-se mirar o encanto dói, entranha-se demoro-me por aí aguardo, anseio pelo calor tórrido espero que venha capaz de derreter a borracha dos meus chinelos ficar, perceber, inscrever, ler as estórias fitar as memórias, revolver a terra, esfolar os dedos levantar a […]

Read More