Categoria: Liberdade

poesia na céu d’ bóka

A fortuna dos encontros fortuitos, que ocorrem frequentemente em solo cabo-verdiano, esteve na génese da poesia na céu d’ bóka. Reza a estória que, no princípio dessa ventura coletiva, terá estado o verbo crioulo, escutado de vagar nas artérias de São Vicente. A sensibilidade e a empatia terão cuidado de garantir mestria ao que sucedeu […]

Read More

eleitores isolados

hoje não votei, a demo.cracia esqueceu-se dos eleitores isolados ironia macabrafazer o povosair à rua,num dia assim,entorpecido pela mortandade. enferma democracia,vítima de toda a má-sorte de golpes e atentados,agoniza, visivelmente carecida de cuidados continuados.só a incúria,a que te habituaste,débil democracia,justifica que esqueças mortos, infectados e eleitores isolados,e abras as tuas urnasnum dia assim,enlutado. há cinco […]

Read More

A PORCA DECADÊNCIA DAS MISERÁVEIS ELITES CONTEMPORÂNEAS

[“não sei”, “não me lembro” ou “ não guardo memória” são os depoimentos que mais se ouviram nesses dias sujos] A coragem estóica dos resistentes abnegados, que lutaram árdua, penosa e longamente pela libertação do chão lusitano da tirania, da opressão e da bufaria-mesquinha a que estava sujeito, é uma herança coletiva que muitos resolveram […]

Read More