Categoria: Uncategorized

Processo Contra-Evolucionário em Curso [PCEEC]

Se, para a maioria da população portuguesa, o actual estado da Educação, é sinónimo de desgraça, para as minorias elitizadas, essa inoperância induzida constitui, infelizmente, uma graça poderosa! Pelo que, certamente, não será obra do acaso ou simples má-fortuna o miserável estado, em que se encontra o sector público de ensino!  Bem pelo contrário, de […]

Read More

Abandono Cívico

Segundo dados da Comissão Nacional de Eleições (CNE), referentes às últimas eleições legislativas, de um total de 10 813 246 eleitores inscritos, 5 248 757 eleitores não votaram, 63 103 eleitores votaram em branco, 83 721 eleitores viram os seus votos anulados, pelo que, o número de eleitores, cujos votos não contribuíram directamente para a […]

Read More

caderno de observações

Este caderno não tem unidade.Seu equilíbrio está na desunião natural dos seus quadros. d’après Luis Romano Caderno de observações tem dupla existência,ora sobre tela digital, ora sobre papel de almaço,sucede o registo exploratório e a interpelação das circunstâncias, que (de)formam o espaço coletivo.Nas páginas, deste longo caderno, inscrevem-se diálogos vários e conversas discretas, inspiradas na […]

Read More

Livro Escuro

Livro Escuro (1)São de noite e fogo as páginas deste Livro (do) Escuro.As narrativas abertas em cada recorte celebram a escuridão.A intensidade do negrume, que desorientou os gestos e instigou a extração plástica, fez surgir um inusitado enredo gráfico. Dark Book The pages of this Book (of the) Dark are by night and fire. The […]

Read More

lavra incandescente

proposta: calcorrear solo criativo desafio: apreciar a lavra incandescente Lavra Incandescente é parte de um imenso processo criativo, que decorre entre leituras, ritmos, geo.grafias, rostos e tempo… tempo para questionar, tempo para dedicar à observação e compreensão da sensibilidade que ferve a Terra. geo.grafia leituras Chão do povo chão de pedra!O sol ferve-te o sol […]

Read More

Tudo isto existe, tudo isto é triste, nada disto é fado

“O neoliberalismo não é possível sem uma colonização psíquica, que responde pela obediência inconsciente.”Nora Merlin “O último passo da colonização é o que chamo de Mente nullius: a colonização das nossas mentes”.Vandana Shiva Em cada esquina, um lacaio. Em cada rosto, obediência! A instabilidade, provocada pelo advento da pandemia, tem agravado a indigência da discurseira […]

Read More

terra-longe

A cultura mergulha as raízes no húmus da realidade material do meio onde se desenvolve Amílcar Cabral [ paisagens elaboradas ]Antónia Marques

Read More

luso-comorbidades

condição de uma sociedade que apresenta, ao mesmo tempo, mais de uma debilidade [ em exponencial progressão ]

Read More

d’après Oswaldo Osório

Escrevo para fugir à ditadura do tempo e tentar marcar a minha época cultural com a marca da minha diferença entre os meus iguais criações, em diálogo com a obra de Oswaldo Osório mar adentro, rumo às ilhas do meio do mundo mar adentro,numa jangada de letrasrumoàs ilhas do meio do mundopercorro,com a visão,vocábulos, que […]

Read More

eleitores isolados

hoje não votei, a demo.cracia esqueceu-se dos eleitores isolados ironia macabrafazer o povosair à rua,num dia assim,entorpecido pela mortandade. enferma democracia,vítima de toda a má-sorte de golpes e atentados,agoniza, visivelmente carecida de cuidados continuados.só a incúria,a que te habituaste,débil democracia,justifica que esqueças mortos, infectados e eleitores isolados,e abras as tuas urnasnum dia assim,enlutado. há cinco […]

Read More

binde, coração de argila

as mãos, a argila e o som da terra O Binde é uma peça cerâmica ancestral, utensílio nuclear nas cozinhas de Cabo-Verde, utilizada para confecionar uma iguaria tradicional – o célebre cuscuz de milho. A sua produção, cuja génese remonta a um passado longínquo, está identificada como uma das práticas artísticas mais antigas, registada em […]

Read More

das coisas (quebradas) nascem (outras) coisas

d’après Bruno Munari “É preciso, desde cedo, habituar o indivíduo a pensar, imaginar, fantasiar, ser criativo” (Munari, 2008, p. 225) ficha técnicadia: 25 outubro 2013local: oficina de designintervenientes: prof. Antónia e alun@s 12º CM1proposta de trabalho: “quebrar a louça, com método”materiais: martelo, louça variada, porcelanas, cerâmicas e vidros antigosobjetivo: “transformar cacos em peças de autoria” […]

Read More

criação partilhada

METODOLOGIA DE PROJETO [estruturação de projetos transversais em contexto escolar] Esta ação de curta duração, que irá decorrer num excepcional tempo escolar, visa sensibilizar os formandos para a relevância da metodologia de projeto, na criação de atividades pedagógicas multidisciplinares, através da partilha orientada de casos práticos. Pretende-se que a sessão seja profícua e, acima de tudo, um […]

Read More

isolamento

“o futuro só é tempo quando chega”de permeio, o perenee a foto.grafia  do iso.lamento [d’après Oswaldo Osório “AmanhãO tempo corre Na voragem do ventoNo ruído incessante das águasNa curva hipotética do espaço No desfalecimento da luzE na brancura profética dos nossos cabelos Passam os dias Nasce e põe-se o SolSopra a mesma brisaNavega-se nos mesmos oceanosA mesma Lua brilha no céuE […]

Read More

tempo de minguarda

1. março, tinha tudo para ser um mês igual aos outros, [quase] nada sugeria o contrário, os hábitos enfadonhos e as rotinas banais  garantiam estabilidade à passagem do tempo, as atividades [escolares], sucediam-se ordeiramente, sem novidade ou surpresa  a papelada do costume, acumulava-se nos locais de sempre, as conversas triviais, pavoneavam-se em todos os cantos […]

Read More

a caligrafia da liberdade

escutem os miúdos, habituados desde o berçoa enfrentarem graves suspensões emotivase a mitigarem aflitivos estados de emergência!observem como erguem os lápis, as canetas e os papéis para rabiscarem outros caminhos, reparem comoresistem às tropelias do destino,deixem-se contagiar  pela forma como soletram e escrevem Liberdade! a prof. de educação visual lançou o tema – refletir sobre a liberdade em tempo de […]

Read More

Educação Artística em Estado de Emergência

a paranóia institucional,promovida pelo ministério da educação instrução,fez implodir a educação, extinguiu a criação artística, enviou para outro planeta a sensibilidade estética! os despojos dessa tragédia desprovidos de ornamentos, foram compelidos, pela urgência da pandemia a sair à rua num dia assim… eterno tristes semblantes,sombrias figuras,sobre fundos absurdos, enchem os ecrãs de confrangedoras e desarticuladasilusões.falta a descrição […]

Read More

A Escola por um fio

a excepcionalidade e a emergência, do estado em que nos encontramos, parecem ser justificação bastante para o extenso rol de negligências e irresponsabilidades que, há décadas, contaminam a vida da generalidade das populações. vale quase tudo neste estado de excepção mas, parece não haver a menor paciência para o contraditório. é tempo de consensos solidários, […]

Read More

Festival Literário Morabeza

Morabeza(mais uma) festa da literatura de propaganda! O ícone lusófono é difícil de entender para as pessoas de fora da tradição transatlântica, e, à primeira vista, nem parece representar a Santíssima Trindade. A cena central do ícone vem da Companhia dos Livros (outrora Booktailors), quando Abraão recebe três estranhos em sua tenda:“O Senhor apareceu a […]

Read More

Silêncio Grande na Achada

a chuvamamãe velhanum sopro virou lama, a chuva que há tanto tempo não batia assim,é alegria é agonia,é tempestade que não virou bonança,é aflição que faz bater forte o coração! [d’après Regresso, de Amílcar Cabral] o silêncio da achada é grande,terá a população, lá da frenteencontrado forma de governar a vida?oua outrora ruidosa difusãode suas agrurasterá […]

Read More

Luso-hipocrisia

“ÁFRICA CONTINUA A SER UMA PRIORIDADE PARA A COOPERAÇÃO PORTUGUESA”disseLuís Faro RamosPresidente do Instituto Camões(tutelado pelo Sr. Santos – o ministro perpétuo) Nesta, como em tantas outras entrevistas, deixou por dizer quanto rende à prole do Camões esta abnegada filantropia! um dia, não muito distante,a real história destas co-operações será alvo de debates e intrigas mediáticas.nesse dia,não muito distante,uns confessar-se-ãoespantados,outros,com veemência […]

Read More

a criação partilhada

Os instantes de criação partilhada,  graves, largos, moderatos, allegros ou prestissimos contribuem para a criação de linhas melódicas que dão sentido ao tempo. Orientar a sua elaboração é um privilégio! Iluminar os processos criativos, experimentar metodologias de trabalho alternativas, agir e criar em prol dos valores e humanismo que a sensibilidade transporta, são objetivos centrais das […]

Read More

Planos Matryoshka

Planos Matryoshka! [o chapéu de Graça Fonseca] [intro] São inúmeros os surtos psicóticos, de papelada estéril, deliberadamente concebidos pela tutela para aniquilarem as reais funções da escola. Os planos de salvação nacional, onde se incluem o da leitura, do cinema, da educação estética e artística, das bibliotecas escolares e, mais recentemente, das artes, são a […]

Read More

O orçamento da família cultural de Costa

a propósito da “família cultural” de António Costa! “Centenas de intelectuais unem-se em manifesto de apoio a António Costa – Mais do que apoiar a candidatura do actual presidente da Câmara de Lisboa ao lugar de secretário-geral do PS, este manifesto defende que António Costa deve ser o próximo primeiro-ministro.” https://www.publico.pt/2014/07/07/politica/noticia/centenas-de-intelectuais-unemse-em-manifesto-de-apoio-a-antonio-costa-1661946 Há 5 anos atrás […]

Read More

(ar)riscar, desenhar a direito com linhas sinuosas

  do adro [dos verbos conjugados no passado]    (adro) do efémero [entre divergências e epicentros]   (adro) da reflexão [sobre tudo e seu contrário]   (adro) da provocação [a luz e o quotidiano]   (adro) da polissemia [os lugares múltiplos e suas estórias]   do território [humano]   (adro) da transgressão [notas soltas sobre […]

Read More

Paisagens Laboriosas

Paisagens Laboriosas [com o mar de permeio ] de Mindelo a Coculi, 2019 Paisagem Mental 1. Fragmentos de Mindelo, edição sensorial sobre múltiplos ambientes     Paisagem Mental 2. Fragmentos de Vila das Pombas, edição sensorial à beira do mar     Paisagem Mental 3. Fragmentos de Mindelo, edição informal sobre mural envelhecido     Antónia Marques Julho […]

Read More

Aula Prática de Cidadania, na EASSR

o assunto bizarro Pretende-se aqui ampliar o eco da iniciativa cidadã, empreendida no seio de uma escola pública – Escola Artística Soares do Reis (EASSR) – à data, ano letivo 2016/17, tomada por consensos autoritários e por unanimidades de conveniência! O assunto, que desencadeou uma longa novela burocrática, prende-se com uma bizarra prática interna estabelecida há […]

Read More

fincar os pés no (m)ar de Salamansa

  [ata em fio de norte, sobre areia de Salamansa]   gosto de tatear o mundo, de-vagar, com a palma das mãos e com a planta dos pés, encontro nesta predileção, desde sempre assumida com apaixonada veemência, forma de colher um imenso património sensorial – energia vital, que atribui plasticidade às recordações e textura às […]

Read More

O Perfil de Guilherme d’Oliveira Martins

  Guilherme d’Oliveira Martins, há quarenta anos a ditar o Perfil do Aluno, à saída da escolaridade obrigatória! [Coordenador do Perfil dos Alunos à Saída da Escolaridade Obrigatória, por encomenda do Ministro Tiago Brandão Rodrigues] moving backwards Mais do mesmo, pelos mesmos do costume! “Quando acabar o ensino obrigatório um jovem deve ter aprendido que a formação […]

Read More

PRAÇA ESTRELA, CHÃO DE SAL E CARVÃO, TERREIRO DE SOKOLS E DEPOSIÇÃO

PRAÇA ESTRELA CHÃO DE SAL, CARVÃO, SOLKOLS E DEPOSIÇÃO divergências gráficas, do amplo livro das silenciosas memórias coletivas edição digital, sobre chão cristalizado Mindelo, Ilha de São Vicente, Cabo Verde 2019   PRAÇA ESTRELA PALCO ELEVADO, RODEADO DE MEMÓRIAS ESTAGNADAS POR TODO O LADO edição digital, sobre chão desbotado Mindelo, Ilha de São Vicente, Cabo […]

Read More

5 JULHO, DIA DA INDEPENDÊNCIA DE CABO VERDE

  Celebração Gráfica Cabo Verde 43 Anos de Independência 5. julho. 2018 Elementos gráficos utilizados na composição      “Bandeira O retângulo azul da bandeira simboliza o espaço infinito do mar e céu que envolve as ilhas. As faixas, o caminho da construção do país. O branco, a paz que se quer. O vermelho, o […]

Read More

A ÁGUA DE TODOS OS DIAS

a água de todos os dias esqueceu-se de nascer neste txon, a água de todos os dias, só chega à panela se houver quem a carregue,  em equilíbrio, no topo da cabeça, dentro de um balde ou de um bidon. [há quem diga tratar-se de tradison] em Salamansa. de Salamansa, alçados e plantas, debruados a […]

Read More

CONCILIAÇÕES GRÁFICAS [recortes de Fez, Jewish Quarter]

CONCILIAÇÕES GRÁFICAS [recortes de Fez, Jewish Quarter] dezembro de 2017 azul mar ocre solar branco cal esmaecido, assim se vestem os meus lugares preferidos! terra pálida rosa poeira tecido escarlate, forma outra de-morar conciliações gráficas [recortes de Fez, Jewish Quarter] livro, objeto para guardar a fugaz luz de inverno. [recortes de Fez, Jewish Quarter] ‘jewish […]

Read More

ATELIER (longe do) MAR

Atelier (longe do) Mar para que servem as ONGs ? [parte I] das estórias que morrem na praia após servirem de isco para uns quantos milhares de euros que alimentam o peixe graúdo. na imagem – a embarcação do desespero, aldeia piscatória de Salamansa, ilha de São Vicente, Maio de 2019. “As Organizações não Governamentais […]

Read More

O POVO DAS ILHAS QUER UMA VOZ DIFERENTE

UMA VOZ DIFERENTE [Ilhas, somos todos] O povo das ilhas quer uma voz diferente Para o povo das ilhas Uma voz sem gemidos de homens explorados Na árdua pena da sua existência Uma voz sem jovens que se alimentem Do néctar apodrecido dos sonhos importados Uma voz sem famílias retalhadas Pelos caprichos de uma globalização […]

Read More

Trompe-l’oeil – luta sindical sobre veludo escarlate

Trompe-l’oeil “Chá das Cinco” Vedetas da luta sindical sobre veludo escarlate , na Casa Presidencial, vigiados pela Sra. Assessora Alçada (Ex- Ministra da Educação). 8 de outubro de 2018 Completamente sem paciência para estrelas e vedetas que sustentam as fábulas e as Ilusões! [Trompe-l’oeil é uma técnica artística que, com truques de perspectiva, cria uma […]

Read More

RELAÇÕES PERIGOSAS / Cimeira União Africana – União Europeia, Abijan, Cote D’Ivoire, 2017

Cimeira União Africana – União Europeia Investir na juventude para um futuro sustentável [?!?!?] Abidjan, Cote D’Ivoire, 2017 Nós, cidadãos europeus de terceira (PIGS), sabemos bem o preço de cada euro que nos foi “doado” pela “União das Estrelas”, pelo que se torna imperioso perguntar – qual será o retorno de tanto euro “doado” a […]

Read More

LEOPOLDO II E AS AMPUTAÇÕES DE CHOCOLATE

Leopoldo II, Rei da Bélgica entre 1865 e 1909, foi responsável por um tremendo genocídio no Congo, onde terá morto mais de 10 milhões de pessoas! Um dos crimes mais hediondos que praticou foi a amputação sistemática de mãos, à qual submetia os homens, mulheres e seus filhos, todos convertidos em escravos, ao serviço da […]

Read More

A JUVENTUDE QUE FALTA

O envelhecimento da população europeia é fácil de aferir em gráficos e dados estatísticos, acessível também, é a sua percepção no terreno, em tempo real. A ausência de uma juventude expressiva, em atitude e em número, tem consequências insondáveis! A real maleita de que padece a Europa é, de facto, a falta de uma “renovação […]

Read More

EUROPA APOSENTADA

Nesta Europa destroçada, não se conjugam verbos no futuro! O envelhecimento da população europeia deixou há muito de ser uma profecia, é hoje uma desgraçada e sombria realidade! As consequências deste vertiginoso processo são desastrosas, ameaçam de morte o presente e inibem os mais pueris desenhos de futuro. A paisagem humana, destas terras aposentadas, veste-se […]

Read More

Mamoudou Gassama

Para merecer cidadania francesa já não basta Ser Humano, é preciso ser Super-Herói! A bravura destemida de Mamoudou Gassama, colocada ao serviço do salvamento de uma criança suspensa numa varanda, é de felicitar até que se acabem as palavras! Tal acto de cuidado e preocupação com a vida de seu semelhante é de uma nobreza […]

Read More

A Menina do Pai

tó, diminutivo afetivo, destronou à nascença o nome de baptismo [estimada herança de família] Antónia era palavra demasiado adulta  para ser nome de miúda. tó,  dizia Joaquim, o Pai ora com uma firmeza avassaladora ora com uma candura derretida, a miúda, do Pai  habituou-se a ser anunciada de forma emotiva preciosas tatuagens sensoriais, conservo no […]

Read More

Nha Bindi [a minha binde]

Nha bindi e spasu/lugar abertu undi nu ta partilha /mostra e nu ta da oportunidade di ten txeu conhecimento di tudu sobri bindi, ki ta usadu na kuzinha de kabu verdi pa fazi kuskuz di midju. [Versão em Caboverdiano de Iliane Moreira] [O Meu Binde] é um projeto que propõe a criação de um espaço aberto […]

Read More

Anotações ilustradas, d’après “Para uma sociologia das ausências e uma sociologia das emergências”

“A versão abreviada do mundo foi tornada possível por uma concepção do tempo presente que o reduz a um instante fugaz entre o que já não é o que ainda não é. Com isto, o que é considerado contemporâneo é uma parte extremamente reduzida do simultâneo. O olhar que vê uma pessoa cultivar a terra […]

Read More

Conversar – a sério!

a fala escrita não tem pretensão de ser género ou estilo, nada tem de literário. a fala escrita é registo, simples de vocábulos afoitos, impossíveis de deter ou arrumar num canto do pensamento, indomáveis, clamam mergulhar na volúpia de uma conversa – a sério. palavras inquietas, avessas a condicionamentos, amam de paixão a fala eloquente, […]

Read More