A Reitora deixa cair o Ministro

Escola a Ler foi o mote do Encontro que prometia juntar, no palco do Grande Auditório do ISCTE, João Costa e Maria de Lurdes Rodrigues. Porém, o compromisso inscrito no Programa do evento não se concretizou exatamente como havia sido previsto. 

De acordo com a organização a Ex-ministra da Educação, atual Reitora do ISCTE, por motivos de agenda, ter-se-á visto forçada a deixar o atual ministro a Ler sozinho! 

É cada vez mais indisfarçável a tensão que João Costa provoca por onde vai passando, seja pelo exagerado aparato policial que o acompanha, seja pela gravidade das restrições ao exercício da liberdade que consente. 

Hoje, a celeuma provocada pela sua breve passagem pela Escola a Ler não terá sido exceção! Talvez por isso, a Sra. Reitora tenha declinado o compromisso, pois, nas malogradas atuais circunstâncias, partilhar publicamente o palco com João Costa pode ser um sarilho, até para uma alma vil, que há décadas se ocupa da destruição da Educação Pública!

Visivelmente agastado com a ausência de última hora, João Costa dirigiu-se à plateia, fazendo uma intervenção curta, tensa e atabalhoada. Acompanhado de perto por uma miríade de assessores e seguranças, assim que terminou a oratória despediu-se e abandonou velozmente a cena.

A comitiva, hiper-vigilante e apetrechada com sofisticados gadgets de comunicação, atentos a leitores inconvenientes, sensíveis a leituras desalinhadas, garantiram de forma indiscreta a segurança do ministro, evitando que fossem arremessados argumentos ou lançadas questões incómodas. 

Esta imagem tem um texto alternativo em branco, o nome da imagem é Captura-de-ecra-2023-09-26-as-18.58.59-1024x594.png

A extrema vigilância da super-comitiva estendeu-se até às comunicações e ao acesso às redes. No interior do Grande Auditório do ISCTE, enquanto João Costa esteve presente, todos os acessos foram bloqueados, não fosse um professor terrorista, daqueles que dorme à porta da escola, lembrar-se de fazer um direto do ministro abandonado no palco pela Reitora!

Grave, muito grave esta limitação, este condicionamento da Liberdade, dentro de um edifício público, anfiteatro de uma casa Universitária na Capital da Nação!

Lamentavelmente, enquanto no interior do auditório a Escola continuou a Ler, no exterior a Sra. Reitora, que minutos atrás havia deixado cair publicamente o Ministro, aguardava nos “bastidores” pelo João para lhe dar um abraço de consolação!

A cena triste, apanhada de surpresa pela lente de dois atentos observadores, foi bastante reveladora. Maria de Lurdes e João Costa, por razões estratégicas, podem até evitar partilhar o mesmo palco mas nada os demoverá de, juntos, continuarem a arrastar a Educação Pública para o abismo!

Antónia Marques

( originalmente publicado em https://amamosaescola.pt/wp/2023/09/26/a-reitora-deixa-cair-o-ministro/ )

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *